DO AMOR - QUANDO UMA PESSOA PARA DE VER AS MALDADES E INDIFERENÇAS NO MUNDO DE HOJE PARA OLHAR AS FLORES E A POESIA QUE ESTÁ À SUA VOLTA, PODE ACREDITAR, AÍ ESTÁ A BELEZA DE SER HUMANO. QUEM DERA O OLHAR DO BEIJA-FLOR, PUDESSE SER O NOSSO OLHAR. O MUNDO NÃO SERIA MAIS O MESMO. PARAR NO AR, PARAR COM TUDO E OLHAR A DELICADEZA DE CADA PÉTALA, A ENERGIA VIBRANTE DAS CORES, O DETALHE DAS FORMAS. SUGAR O DOCE NÉCTAR DA POESIA ESCRITA PELA PRÓPRIA NATUREZA. QUANDO ALGUÉM AMA, GANHA ASAS PARA VER UM MUNDO DIFERENTE, E TEM NÃO APENAS OS OLHOS, MAS A ALMA FLUTUANDO AO LADO DA FLOR DA PESSOA AMADA. - DO LIVRO BUQUÊ DE FLORES ______________________________________________

quando digo para você cuidar das pessoas que estão a nossa volta não digo apenas porque é delicado ou bonito, mas pelo amor que a gente sente uns pelos outros porque cuidar de um jardim requer carinho e atenção não só do jardineiro, mas também da flor! Outro dia, pedi às flores do teu jardim que cuidassem bem daqueles que amamos, porque a felicidade de quem a gente gosta é uma flor no jardim de Deus, e mais do que nunca, a humanidade precisa ser regada todo dia. - Poema Amizade - Pedro Marodin

As pessoas "desligadas" podem estar apenas ligadas numa realidade oculta, assim como as aparentemente ingênuas muitas vezes sabem muito mais do que nós, só que de outra maneira. O Pedro é um desses inocentes que vêem as coisas na sua clareza e sabem transmitir a limpidez da sua visão. Ligados no essencial, embora pareçam distantes. Ele usa todos os sentidos para flagrar os tons do mundo e os transforma em fotos, músicas e poesias. Olhos, ouvidos, pele, tudo nele é instrumento de percepção ingênua. "Ingênua", no caso, querendo dizer direta, verdadeira e sábia. - Luis Fernando Verissimo

Things I Can Do

O velho não era um minerador qualquer, como esses garimpeiros e mineradores tradicionais, despejando mercúrio nos rios e nas lavras, envenenando a terra na busca dos metais nobres e caros, mas sim, minerava as pessoas com a química do carinho à procura de pedras mais simples, mas de um imenso valor, como o sorriso, o amor. (Trecho do livro O Grande Minerador)

A Few Accomplishments

Como poeta, acredito que o mundo é regido por sinais, símbolos, códigos invisíveis, e acho que buscar a compreensão e a tradução das coisas é o grande desafio e mistério da vida. Compreender e traduzir os sinais vitais e físicos do coração humano para diagnosticá-lo e tratá-lo, pode até ser fácil, difícil, é traduzir e compreender o coração humano para o amor. - Do livro O Coração Humano - Pedro Marodin